quarta-feira, maio 09, 2007

Folga

Hoje fiquei por casa.
Foi dia de vacinas: minha e dela. Minha, já bastante atrasada, do tétano, dela da varicela. Porque a pediatra nos aconselhou. Porque, devido às crises que ela costuma ter durante o Inverno, a varicela podia agravar ainda mais a situação. Depois deste esclarecimento não pensamos duas vezes e decidimos dar-lhe.

Eu fui a primeira. Ela estava ali a olhar para mim, a falar com as enfermeiras, toda bem disposta. Já tinha dito que não ia chorar mas que no fim queria ir para o escorrega. Claro que vamos... Chegou a vez dela. Peguei nela ao colo e ela continuava a falar e a brincar. A enfermeira ia-se aproximando e não se passava nada. Não era nada com ela, até... mal lhe espetou a agulha chorou. Um choro também de dor mas com muito mimo à mistura.

Pronto já passou. Vamos ao escorrega?
Assim de repente parou de chorar. Lá fomos.

Agora estamos em casa, ela a dormir e eu por aqui. Tenho uma deliciosa tarte de maçã no forno que, caso esteja boa, deixarei a receita. Foi "roubada" daqui.

2 comentários:

Margarida Atheling disse...

Eu também tenho de ir renovar a minha vacina do tétano. Vou sempre adiando...

Escorrega milagroso, não é?!
Ainda assim, foi muito corajosa! :)

Espero que a tarte te saía bem.

Bjs!

CsL disse...

Bem bom!
Se até às vezes tb a nós dá vontade de largar uma lágrimazinha.. cof cof cof... ;)

O meu boletim está uma desgraça, tenho de saber isso. Não faço ideia do q tenho em falta. :\