quarta-feira, novembro 22, 2006

Mãezite aguda

A minha filha sofre de mãezite aguda.
Pelas pesquisas que fiz este problema tem solução. Por vezes pode demorar a passar, e o conselho que me deram é ter muita calma e paciência.
Mas afinal quem estou a tentar enganar? Eu até gosto desta fase em que ela só me quer a mim, só chama por mim, chora quando saio, pula de alegria quando me vê.
Pois, mas o problema é durante a noite.
Se há noites em que ela dorme e não acorda, outras há em que ela acorda várias vezes. O estipulado com o pai foi irmos à vez ao quarto dela quando acorda.
Acordas! Eu vou ao teu quarto, volto a dar-te a chupeta, adormeces novamente, volto para a minha cama.
Acordas! Cotovelada no pai, é a tua vez. Ele vai ao teu quarto, tu mal o vês desatas num berreiro a chamar MÃE e a dizer SAI. O pai (triste, claro) tenta acalmar-te.
Piorou! Agora começas a chorar e ainda mais alto chamas-me e dizes ao pai para sair.
Eu, rendida ao teu choro e morta de sono, levanto-me e vou ao teu quarto. O papá passa-me o testemunho, encolhe os ombros e diz ela só te quer a ti!
Deito-me com ela porque ainda está esbaforida. Chucha na boca, mão na minha cara, olhos muito abertos a olharem para mim. Eu fecho os meus e pouco tempo depois ela adormece.

2 comentários:

Monica disse...

E mesmo podres de sono ficamos tão felizes...
O melhor da vida são estas coisas :)
Beijos

CsL disse...

Pois, e que chatice não? ;o)