sexta-feira, agosto 10, 2007

Hoje

o dia está a passar muito devagar. Talvez por ser o último e porque a ansiedade está no ponto máximo.
E também porque amanhã é um dia muito importante para nós. Talvez mais para mim. A minha irmã, única que eu tenho, vai-se casar. Amanhã é o dia Grande dela.
E eu sinto um apertozinho cá dentro. Um misto de felicidade e receio. Mas porquê? Não a vou perder. Mas é estranho. Só me lembro de que vou passar a entrar na casa dos meus pais e de que vai faltar alguém ali, não a vou ter a chamar por mim logo de manhã, para me ver, para me pedir algo, para me dizer bom dia. É certo que ela vai ficar pertinho, mas pertinho não é ali, naquele sítio onde sempre esteve. E não é como nas férias que ela não estava mas que voltava.
Estou feliz, claro que estou. E adoro o marido dela. É um óptimo cunhado, o padrinho da Inês, um bom amigo. Mas aqui o problema não é ele. É mesmo ela. Talvez eu.
Sempre tive muito medo de perder as pessoas que me são queridas e isto acaba por ser perder um bocadinho. Ela vai ter que se dividir, uma parte para cá e outra para lá.
Mas será sempre nossa e isso sim é o que realmente importa.
Que sejas muito feliz, minha querida irmã. Eu estarei sempre ao teu lado.

3 comentários:

CsL disse...

Eia! Parabéns aos noivos!
É um dia fora-de-série, tenho muitas saudades do meu, acabou depressa demais! :)

Compreendo-te apesar de ser a mais nova lá de casa. Mas a nossa "família", deixa de ser a nossa "família".. é estranho, mas não necessariamente mau.

Foi preciso um pouco de distância para eu e a minha irmã, com as saudades, passarmos a ser muito mais amigas e cúmplices.

E que bonita que a Inês deve estar amanhã! :)

Grilinha disse...

Como comprendo...temos uma estranha relutância à mudança...

Vai ser diferente...como tu sabes...mas pode ser muito melhor.
Mas o saberes que esta etapa é muito importante na vossa vida e principalmente da dela, deixa-te com essa sensção emocionada. Muitas felicidades para a tua mana e para toda a familia. A esta hora já tudo deve ter terminado e deves estar a começar as tuas fe´rias...aproveitem muito e bem e faz tudo o que não costumas conseguir fazer. Beijooooos

sorrisos da minha alma disse...

:-) Também tive estes sentimentos quando minha irmã casou... vais ver que ainda vão ficar mais unidas depois de ela se casar :-), por cá foi assim.
Beijo grande