sexta-feira, abril 27, 2007

Há algo especial

para a mulher-mãe, em ter uma filha. Pensei e desejei sempre ter um filho MENINA. Porque pensava que a ia perceber sempre. Claro que a vida não é sempre tão linear e tão fácil de entender, mas alguns dos sentimentos e situações por que ela passe eu também já passei.
É algo que se sente, que vem de dentro, quando penso e olho para ela. Não sei como funcionará para um pai, não sei se este sentimento, este fazer parte dela é sentido de igual forma.
É daquelas coisas que não se consegue explicar. Sente-se.
Talvez haja uma palavra que resuma: CUMPLICIDADE. Ou talvez não...
Quando olho para ela vejo-me ali, naquele ser a quem dei a vida, é uma continuação de mim. Penso nas coisas que ela vai sentir como mulher. A sensação de que a vou entender sempre.
Quando tiver o primeiro namorado, quando der o primeiro beijo, quando tiver a primeira desilusão de amor, quando tiver a primeira menstruação.
E isto sim é realmente muito especial.

2 comentários:

Monica disse...

E para além de tudo isto bom bom mesmo vai ser quando ela tiver mais idade e começarem a partilhar as célebres coisas de gaja! lol
Penso/sinto como tu, em relação à minha princesa :)
Beijocas e bom fim de semana

Grilinha disse...

Que giro...e as roupinhas? Aí é que entornas o caldo...

Também há algo especial na relação mulher-mãe e filho...é como se tivesses um novo amor - Um novo homem na tua vida. E que bom que é ter 2 homens a gostar de nós, eh,eh...(sentimo-nos de papo-cheio...). E nós somos as rainhas da casa para eles ! Experimenta um a seguir. Vais adorar. :-)
Beijokas