quarta-feira, julho 02, 2008

Eu tenho

uns filhos que são uns anjos. É que só pode.
E penso muitas vezes que, se a vida nem sempre corre como eu gostaria que corresse, se surgem alguns problemas difíceis de resolver, a coisa é compensada com filhos maravilhosos.
O mais pequeno, mesmo com fome, quase não chora. Faz uns barulhinhos, um pedinchar. Durante o dia continua a fazer intervalos de 3 horas, mas durante a noite... bem, é impressionante. Como é que um ser tão pequeno sabe que são horas de dormir? Geralmente por volta das 21 começa a ficar mais resmungão. É nesta hora que se ouve o choro dele. Não desesperante, mas sonoro. Mal o deitamos no muda, a cara ri-se. Metido na água é uma alegria. Já se mexe imenso e já consegue levantar o rabo fazendo força nas pernas. Mas é todo sorrisos. Gosta do pós banho. Dos cremes cheirosos, das massagens. Não gosta do vestir. No final, hora do leitinho. Mama até não poder mais. Deito-o na caminha dele, dou-lhe a chupeta, coloco-lhe um boneco felpudo junto à cara e lá fica. E isto até às 6 ou 7 da manhã. Por vezes nem acredito. Até olho o relógio 2 vezes.

A mana continua a melhor amiga. Adora mexer-lhe na pilinha e nos tomatinhos... Tento que não o faça muitas vezes mas como me vê a limpá-lo também quer fazer o mesmo. Ajuda imenso, gosta de escolher a roupa dele. Está sempre a dar-lhe beijos e é por ele que pergunta mal acorda. Quando vê alguém novo mostra logo o "meu mano". Chama-o de príncipe. E de filho. E diz que ela e ele são os nossos amores. Não se deita sem o beijar.

Melhor do que ter um filho é ter dois (ou 3...).

5 comentários:

flores disse...

:)

Monica disse...

Que maravilha querida!
Espero que seja sempre assim (então a parte das noites é uma benção!)
Beijocas

Grilinha disse...

Que bom, querida.

Um beijinho

sorrisos da minha alma disse...

Que delicia ler-te assim.
Beijos grandes

. disse...

Olá minha amorinha! Que bom que estás feliz! Nunca mais postaste. Está tudo bem? Luz