quinta-feira, maio 15, 2008

Ontem à noite,

uns minutos após as 23 h, fui ao teu quarto dar-te um beijo. Faço-o sempre. Gosto de te ver ali deitada, num sono descansado e gosto te dar beijos e desejar-te o melhor do mundo.
Mas ontem estavas acordada. O teu pai, com quem tens adormecido, já dormia e tu estavas encostada a ele. Talvez a olhá-lo, não sei, porque mal ouviste os meus passos levantaste a cabeça. E perguntaste-me o que estava eu ali a fazer. Disse-te que tinha ido lá para te dar uma beijoca de boa noite.
Pediste-me para ir para a minha cama, mas disse-te que era melhor ficares ali com o papá, porque no meu quarto já estava o mano e ele durante a noite podia chorar. Disseste que sim, que ficavas, que não fazia mal e agarraste-te ao meu pescoço gosto muito de ti mamã.
Passado pouco tempo ouvi-te chorar e dizer que querias dormir comigo. Não aguentei. Levantei-me e entrei novamente no teu quarto. Um sorriso esperava-me. Peguei em ti e deitei-te na minha cama. O mano dormia no berço. Abraçaste-me e deste-me muitos beijinhos.
Apesar de quase não ter dormido, entre mamadas e pontapés teus, hoje sinto-me bem. Muito leve, com muito amor.
AInda bem que te fui buscar.
És uma menina muito especial, és a minha menina, o meu raio de sol.


2 comentários:

sorrisos da minha alma disse...

Tenho feito isso de vez em quando :-D, a moça cá da casa nem acordo quando a mana chora a suplicar maminha loll.
E a nós faz-nos tão bem, tal como dizes.
Beijos para vós

. disse...

Sentes a falta dela, não? Esses momentos equilibram tudo. O Bi todas as noites vai ter connosco. E lá fica. Nem acorda quando a mana bebe o leite. O quarto é sempre a quatro. E eu adoro. Não vai durar para sempre. Bj. Luz