quinta-feira, novembro 13, 2008

Castigos

Ontem ficou de castigo pela primeira vez. Não em casa. Na escolinha.
A amiga, inseparável mas sempre à pancada, não lhe emprestou O livro que ela queria e ela tumba, um safanão no nariz. A outra pequena não se ficou e deu-lhe uma sapatada na cara.
Com as duas a chorar, a auxiliar meteu-as de castigo, que consiste em ir para a sala dos bébés fazer um jogo.
Vinha tristíssima, com o choro fácil. Ao início insisti porque normalmente vem alegre e fala imenso. Depois vi que não queria mesmo falar e disse-lhe para me contar quando quisesse.
Já em casa contou-me. Disse-me que não tinha gostado porque na sala dos bébés é muito barulho.
Eu disse-lhe que é melhor ir para o castigo que levar porrada dos outros meninos. Para nunca se ficar.
Hoje já não se lembrava e foi toda contente para a escolinha.

3 comentários:

sorrisos da minha alma disse...

Nem mais, a minha é uma palerma, leva e não dá com medo dos castinhos Humfff!
Não aprende com os recados da mãe!

Bjs grandes

. disse...

Tadinha...

Luz

Monica disse...

Passa-lhes depressa.
Não sou adepta do baterem uns nos outros mas a Lú volta e meia levava ou moirdiam-lhe e ficava-se.
Hoje em dia continua a não se virar mas já se vai queixar :D
Eu cá digo-lhe: "quando te baterem dás assim uma mais levezinha mas dás" lol
Putos!
Beijocas