sexta-feira, setembro 21, 2007

Como tudo começa

Ao entrar no meu blogue, estranhei aquela 2ª. barrinha... Tão estranho, tão real, tão bom.
Foi em Abril que começamos a pensar realmente no assunto. Após consulta no médico e todos os exames de rotina, foi-nos dada luz verde. Claro que se corresse como esperávamos, o bébé ia nascer quando a Inês tivesse 3 anos, bonita diferença de idades.
Nos meses que se seguiram nada de atrasos. Sempre fui muito certinha.
Tive o meu último período no dia 24 de Julho. Esperava-o novamente no dia 20 de Agosto. Felizmente não apareceu.
Fomos de férias no dia 22, desconfiada. Se não aparecesse entretanto, estava grávida, tinha a certeza disso.
Durante as férias, falávamos "dele" e ia tendo alguns cuidados. Os cigarritos que só aparecem diariamente durante as férias foram para o fundo da mala, esquecidos.
No dia 28 regressamos e liguei para marcar consulta no meu obstreta. Só me podia atender no dia 3 de Setembro.
Não estava ansiosa, mas não abusem. Era muito tempo de espera. O Jorge foi à farmácia e trouxe um teste.
Estávamos os 3 na casa de banho. A urina passou pelas janelas e lá estavam elas, as riscas, nítidas. Um positivo sem dúvida.
No dia 3 lá fomos à consulta, onde o médico confirmou a gravidez, mas vimos apenas o "saco". O "girino" devia estar escondido. Pediu para lá voltar dia 17. Lá voltamos e vimos o coraçãozinho a bater. Lindo, tão nosso...
Sintomas da gravidez apenas uns enjoos. Muita fome e muito sono. Dela não tive nada disto.
A Inês reagiu lindamente à notícia e anda eufórica sempre a dar-me beijinhos na barriga (no umbigo) e a perguntar pelo bébé.

3 comentários:

sorrisos da minha alma disse...

:-))tão bom quando o planeado nos surpreende com um presente.
Beijos

Luz de Estrelas disse...

Tb acho maravilhoso e único o momento das riscas.

Monica disse...

Que maravilha!
Beijoca